Search
Search Menu

AB 115

Nas últimas três décadas, milhares de brasileiros aprenderam a voar em uma das aeronaves de propriedade da União Federal. Na maioria dos casos, foi um Aero Boero 115 o equipamento que deu asas aos sonhos de profissionais da aviação de todo o Brasil.

Aeronave monomotora dotada de trem de pouso convencional, o AB 115 é um avião exigente, que obriga um elevado desenvolvimento dos jovens aviadores principalmente nas operações de decolagem e pouso.

O AB 115 é uma variação da aeronave AB 95, fabricada pela empresa argentina Aero Boero. Dificuldades em obter os motores Continental no final da década de 1960 obrigaram a Aero Boero a substituir os motores de suas aeronaves AB 95 pelos equipamentos produzidos pela Lycoming.

Esta substituição dá origem aos AB 95/115 que, após alguns desenvolvimentos na célula da aeronave inauguram, em 1973, a produção do AB 115.

Aero_Boero_AB-115_AN1033518

Imagem: Renato Spilimbergo Carvalho

A evolução do projeto desta aeronave resulta, a partir de 1975, na produção do modelo AB 115/150 para atividades agrícolas, bem como, a partir de 1988, na produção do AB 115 Trainer, que opera hoje em diversas escolas de aviação do Brasil.

O AB-115 Trainer é equipado com um motor Lycoming O-235-C2A de 115 hp, possui uma fuselagem treliça reticular, revestida em tela, e um conjunto de asa metálico construído em liga de alumínio.

A principal deficiência do avião é o seu trem de pouso muito à frente do centro de gravidade da aeronave, com bitola estreita, e desprovido de amortecedores. Este conjunto de fatores torna a operação da aeronave no solo um pouco instável.

Entretanto, a instabilidade no solo é uma característica comum dos aviões convencionais, e embora seja grande o debate sobre a segurança na operação do AB, não existem elementos que apontem a inadequação do AB-115 para a instrução aeronáutica.

Aero_Boero_AB-115_AN0583258

Imagem: Renato Spilimbergo Carvalho

O AB 115 foi o avião civil de maior destaque já produzido pela indústria aeronáutica argentina, tendo sido produzidas um total de 420 unidades desta aeronave.

Ficha técnica

Número de assentos: 2
Motor: AVCO Lycoming 0 235 C2A
Potência: 115 hp a 2800 rpm
Comprimento: 7,23 m
Envergadura: 10,78 m
Altura: 2,05 m
Altura: 2,10 m
Peso vazio: 557 kg
Peso máximo na decolagem: 770 kg
Velocidade de cruzeiro: 145 km/h
Velocidade máxima: 220 km/h
Capacidade máxima do tanque de óleo: 5,68 litros
Capacidade mínima operacional do tanque de óleo: 3,79 litros
Autonomia: entre 4:30 e 5 h. de voo
Consumo Horário: cerca de 25 Litros por hora
Capacidade individual dos 2 tanques de combustível: 57,5 litros
Volume total de combustível residual nos tanques: 5 litros
Velocidade de estol sem flaps: 52 mph
Velocidade de estol com 45 graus de flaps: 42 mph
Posições de flaps: 4 (0, 15, 30 e 45 graus)

 

Aero_Boero_AB-115,_Aeroclube_de_Mococa_AN1080288

Imagem: Renato Spilimbergo Carvalho

 

Veja também