Search
Search Menu

Aero Boero no Brasil

Entre os anos de 1987 e 1994 o governo brasileiro adquiriu 366 aeronaves Aero Boero para equipar as Escolas de Aviação do país. Todas as aeronaves foram cedidas para os Aeroclubes, entretanto, apenas alguns destes aviões ainda continuam em condições de voo.

 

Aeronaves de propriedade da União Federal


AB-115: 306 unidades


AB-180: 60 unidades

Segundo dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a grande maioria das aeronaves está com a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) vencida, em um ambiente onde apenas 33% dos aviões Aero Boero ainda estão em condições de voo.

 

Os dados sugerem que muitos Aeroclubes não têm planos ou condições de recolocar em operação as aeronaves paradas, uma vez que tais aviões estão abandonadas há bastante tempo. Do total de aviões parados, 47% saiu de operação há mais de 10 anos

O abandono das aeronaves Aero Boero no Brasil é um assunto complexo, cercado por questões políticas e jurídicas.

O principal problema para a resolução desta situação é a existência de entraves para a doação dos aviões, hoje cedidos para os aeroclubes.

O decreto 99.658/90 estabelece barreiras para a doação das aeronaves, hoje sem uso em alguns aeroclubes, para instituições que tenham interesse em restaurar e operar estes aviões.

Alterações na referida legislação são urgentes, embora o problema já se arraste por muitos anos sem nenhuma expectativa de resolução.

O resultado deste impasse é um grande número de aviões abandonados e em processo de deterioração em diversas escolas de aviação, enquanto outros aeroclubes não possuem aeronaves suficientes para realizar a instrução de pilotos em muitas cidades do Brasil.

Análise Completa

pdf32A situação da frota de aviões do Governo Brasileiro

 

excelMatrícula e localização das aeronaves da União Federal

 

Veja também